_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Biodiversidade da área de confluência dos rios Negro e Solimões: o catalão

O que é a pesquisa

Catalão é o nome de uma península de várzea, localizada na confluência dos rios Solimões e Negro, frente à cidade de Manaus, nas imediações do famoso “encontro das águas”. As águas do Solimões, denominadas “brancas” têm cor amarelada, barrenta, baixa acidez e alto teor de material em suspensão. As do Negro, denominadas “pretas”, têm cor escura, como chá, baixa acidez e pouco material em suspensão.

A área é um sistema aberto de várzea, constituído de terras sazonalmente inundáveis onde se formam lagos e canais que se intercomunicam durante a cheia, permanecendo total ou parcialmente isolados durante a seca.

Devido à sua singularidade, o local pode ser considerado um ecótono, isto é, uma área de transição entre dois sistemas aquáticos distintos e onde se espera que o ambiente seja bastante diverso e a riqueza de espécies muito elevada.

Um grupo de pesquisadores do INPA, num projeto integrado denominado “Estrutura e Dinâmica do Ecótono Catalão”, está estudando este ecossistema, com base nos estudos de Ictiologia (peixes), Limnologia (aspectos físicos, químicos e biológicos da água), variabilidade genética em alguns grupos de peixes e biologia pesqueira (estratégias e hábitos de vida dos peixes de importância comercial).

O objetivo do trabalho é fazer uma análise da estrutura das comunidades de organismos que ali vivem e como se comportam frente às oscilações e alternâncias do ciclo hidrológico.

Como a pesquisa é feita

Os pesquisadores buscam entender a influência do ciclo das águas na vida dos organismos e sua sucessão espaço-temporal. É também objetivo do estudo compreender como a população humana vive, se utiliza dos recursos naturais e possíveis influências que exercem sobre o ambiente. A médio prazo, os dados científicos obtidos podem contribuir para orientação no aprimoramento das atividades de uso, exploração e nos planos de manejo dos recursos naturais da região.

Importância da pesquisa

Por incluir características ambientais diferentes numa área restrita, com marcada distinção na ocorrência de espécies mais especializadas, o ecótono é um local privilegiado para os objetivos desta pesquisa. A compreensão destas distinções aprofunda o entendimento científico das complexas inter-relações existentes entre as espécies e os ambientes naturais da Amazônia, habilitando os pesquisadores a proporem ou avaliarem as intervenções mais acertadas para a exploração sustentada e a preservação da biodiversidade local.

Texto de divulgação científica publicado em 14 de dezembro de 2002.